Expressões idiomáticas - Partes do corpo

PEQUENO DICIONÁRIO DE EXPRESSÕES IDIOMÁTICAS - PARTES DO CORPO

CABEÇA  

 

Com cabeça tronco e membros – fazer algo de forma racional, estruturada e realizável

 Meter na cabeça – cismar com alguma coisa

Perder a cabeça – perder a calma

Cabeça de vento – pessoa distraída

 

OLHOS

 

Num abrir e fechar de olhos – num instante, rapidamente Custar os olhos da cara – ser muito caro, exigir muito esforço

De olhos fechados – sem necessidade de reflexão, sem hesitar

Não pregar o olho – não dormir

 

 

ddddsadsadasdasd

da

sdadas

dsa

d

asd

asd

sa

dasd

as

d

 

dsssssssssssssssssssssssssssssssss

asdasdasdasdasdsadasdasdasd

dasdadsadasdasdasdasdasdasd

asdasdasdasd

NARIZ  

 

Bater com o nariz na porta – Não encontrar o que ou quem você está procurando. Uma visita fracassada.

Meter o nariz em... – intrometer-se

Não ver um palmo à frente do nariz – não ver nada

Torcer o nariz – mostrar insatisfação

 

BOCA

 

Com a boca na botija – ser apanhado em flagrante

Andar na boca do mundo – ser alvo de fofocas

Ficar \ estar de boca aberta – ficar admirado / surpreso

Fechar a boca – não falar / fazer dieta, 

Meia-boca -  baixa qualidade, medíocre

ddddsadsadasdasd

da

sdadas

dsa

d

asd

asd

sa

dasd

as

d

 

dsssssssssssssssssssssssssssssssss

asdasdasdasdasdsadasdasdasd

dasdadsadasdasdasdasdasdasd

asdasdasdasd

LÍNGUA  

 

Dar com a língua nos dentes – confessar, não guardar segredo

Dobrar a língua – se arrepender do que disse, retirar o que disse.

Saber algo na ponta da língua – saber alguma coisa muito bem

Sem papas na língua – expressar a opinião sem pensar na reação das outras pessoas, falar o que pensa.

Língua afiada – falar mal de alguém, criticar muito.

 

OUVIDOS

 

Entrar por um ouvido e sair pelo outro – não prestar atenção, ignorar

Falar ao ouvido – falar em voz baixa, segredar

Ser todo ouvidos – escutar com atenção

Fazer ouvidos de mercador – fingir não perceber, ignorar

 

 

ddddsadsadasdasd

da

sdadas

dsa

d

asd

asd

sa

dasd

as

d

 

dsssssssssssssssssssssssssssssssss

asdasdasdasdasdsadasdasdasd

dasdadsadasdasdasdasdasdasd

asdasdasdasd

COTOVELOS 

 

Falar pelos cotovelos – falar demais

Ter dor de cotovelo– ter inveja, tristeza por causa do fim de um relacionamento

 

BRAÇOS 

 

Não dar o braço a torcer – não ceder, não aceitar a derrota, 

De braços cruzados – ficar imóvel, indiferente

 

 

BARRIGA

 

Falar de barriga cheia – reclamar sem ter motivo

Ter o olho maior que a barriga – comer mais do que o necessário, gula

Ter o rei na barriga – demonstrar arrogância

Tirar a barriga da miséria – aproveitar de algo que não tinha antes

 

 

ddddsadsadasdasd

da

sdadas

dsa

d

asd

asd

sa

dasd

as

d

 

dsssssssssssssssssssssssssssssssss

asdasdasdasdasdsadasdasdasd

dasdadsadasdasdasdasdasdasd

asdasdasdasd

MÃOS  

 

Abrir mão de  – renunciar a alguma coisa, abandonar

À mão armada – com armas de fogo

De mão em mão – de pessoa para pessoa

De mão beijada – conseguir alguma coisa sem esforço

Fora de mão – distante

Da uma mãozinha – ajudar

Pôr as mãos no fogo – ter absoluta certeza de alguma coisa

Estar nas mãos de alguém  – encontrar-se em uma situação de dependência em relação a outra pessoa.

Mão boba  – assediar, tocar as partes intímas de outra pessoa

Chegar de mãos vazias  – não ter nada para oferecer

Estar com a faca e o queijo na mão  – Estar com poder ou ter todas as condições para fazer alguma coisa

Dar a mão à palmatória  – assumir o erro, admitir a culpa

Com a mão na massa  – momento em que se está fazendo alguma coisa

 

 

 

ddddsadsadasdasd

da

sdadas

dsa

d

asd

asd

sa

dasd

as

d

 

dsssssssssssssssssssssssssssssssss

asdasdasdasdasdsadasdasdasd

dasdadsadasdasdasdasdasdasd

asdasdasdasd

PÉS  

 

Do pé para a  mão  – de repente, de um momento para o outro

Estar de \ com o pé atrás – ter desconfiança

Sem pés nem cabeça – algo absurdo, que não faz sentido

Dos pés à cabeça – inteiramente, completamente

Em pé de guerra – com os ânimos exaltados, conflito

Em pé de igualdade – estar no mesmo nível

Estar com os pés na cova – estar quase morrendo

Trocar os pés pelas mãos  – confundir-se

Negar de pés juntos  – negar de forma convicente, com firmeza

Pé ante pé – andar com muito cuidado, andar de forma silenciosa

Ter os pés na terra  – ser realista, ser objetivo

Ao pé da letra  – literalmente

Enfiar o pé na jaca  – cometer excessos, errar de forma exagerada

 

 

 

ddddsadsadasdasd

da

sdadas

dsa

d

asd

asd

sa

dasd

as

d

 

dsssssssssssssssssssssssssssssssss

asdasdasdasdasdsadasdasdasd

dasdadsadasdasdasdasdasdasd

asdasdasdasd